27/01/2014

QUEM EU?


Aconteceu uma coisa extraordinária recentemente. Este espaço que criei para falar da minha experiência e perspectiva de pai foi visitado 250.000 vezes este fim-de-semana. Não foi obviamente nem intencional nem esperado. A razão não foi das melhores. O assunto era e é triste. Mas a verdade é que muita gente ficou por cá pelas outras coisas que escrevo. Naturalmente fico orgulhoso e agradecido.
Recebi alguns dos mais incríveis elogios, que devo dizer deixaram-me um pouco atordoado. E sinto que tenho de esclarecer o que eu sou realmente, não vão as pessoas ficar com uma imagem minha que não corresponda à realidade. Isto vai ter de ser com pontos, portanto aqui vai:

  • Sou teimoso comó caraças. Eu chamo-lhe determinação. E às vezes chamo-lhe preserverança. Mas vamos deixar-nos de merdas. É teimosia mesmo.
  • Acordo cedo demais. Sou daqueles que se levanta antes dos candeeiros de rua se desligarem. É verdade que às vezes dá jeito aos outros. Por exemplo ao fim-de-semana a minha mulher pode ficar a dormir até mais tarde enquanto eu ponho o puto na sanita, preparo-lhe o PA e andamos à luta de almofadas na sala. Mas outras vezes reconheço que é chato ter um gajo a perguntar às 7:30 da manhã de um sábado "o que é que queres fazer hoje".
  • Tenho fraca tolerância à frustração. Para mim riscar o vidro do relógio é o equivalente a cair um meteorito na casa. Fiz psicoterapia e agora estou melhor. Agora riscar o vidro do relógio é o equivalente a cair um meteorito no carro.
  • Contesto tudo. Ou seja, sou um chato do caraças. Claro que se fosse nos anos 60, era considerado um ícone revolucionário. Mas nos tempos que correm, sou um chato do caraças mesmo.
  • Digo demasiados palavrões. E às vezes em frente ao meu filho. E em várias línguas. É terrível eu sei. Mas por outro lado ele vai estar preparado para conduzir em qualquer país do mundo.
Páro aqui. Tinha mais para dizer, mas se digo tudo, vou começar a perder seguidores. O que quero dizer no fundo é que sou um gajo com dois lados. Um bom e outro mau. Defeitos e virtudes como todos. Tal como me descrevo, sou um pai sem os pés no chão. Por isso, também cometo erros na forma como sou pai. Mas há uma coisa que é inegável. O amor pelo meu filho. E esse é o meu melhor lado.

35 comentários:

  1. Muito gosto! Eu vou alternando os pés que ponho no chão, sempre para ver se me equilibro. Boa semana:)

    ResponderEliminar
  2. Sou das que chegou cá pelo ultimo post (com o qual concordo inteiramente e fiz questão de partilhar), e que por cá fiquei... Gosto desta escrita! ;)

    ResponderEliminar
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  4. Depois desta sua pequena descrição e saber como é teimoso não sei como vou conseguir não espreitar os seus pensamentos, eu não digo palavrões ;)....

    ResponderEliminar
  5. Também cheguei ao seu blog através do post "Carta aberta a um dux" que alguém partilhou no FB.
    Depois li o blog de uma ponta a outra... Escreve muito bem, parabéns!

    ResponderEliminar
  6. Parabéns!! Sempre gostei de ler as coisas que escreves por serem genuínas. As coisas são para serem ditas sem rodeios.

    ResponderEliminar
  7. (achei que tinha comentado, mas não ficou) Obrigada por me ensinares tanto sempre que falas de ti e do amor que tens pelo teu filho. Somos claramente muito diferentes, mas aí é que está o maior ganho, quando consigo aprender contigo, mesmo com tantas diferenças. Posso garantir-te que é permanente, que é para ficar e que gosto muito da tua sinceridade. E deixemo-nos de mel que eu não gosto nada disso. Continua :)

    ResponderEliminar
  8. muito prazer!!! como já escrevi num outro comentário, "escreve nas horas" é um elogio claro! o motivo pelo qual fiquei a conhece-lo pode não ter sido pelo assunto mais feliz, mas todos os temas da vida são difíceis de abordar, principalmente escrever sobre eles! o facto de ter escrito tão bem e de ter escrito de uma forma tão parecida como a minha de pensar sobre esse mesmo "tema: carta aberta a dux" fez me devorar o blog e começar quase do inicio. Li sobre temas igualmente interessantes!!! refiro um ["como ter um filho em 3 passos difíceis"] que neste momento é particularmente interessante para mim, pois estou perto de viver um dos acontecimentos mais marcantes na vida de uma mulher, "dar à luz". a "história" e a forma como escreveu sobre eles foi maravilhosa e comovente. e por isso estou a seguir... Obrigada.

    ResponderEliminar
  9. Parabéns pelo Blog! E gostei tanto da carta aberta que vou pedir autorização para partilhar no meu blog (posso?). Continua a escrever!
    beijinho

    ResponderEliminar
  10. Ri-me comó caraças :)
    http://margaridaflordaminhavida.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  11. E eu, sou das que gostei de o ler. Gosto do que escreve. Gosto que seja torto. E vou ficar. :)

    ResponderEliminar
  12. Um blog que gostei de encontrar, que deu logo vontade de ler de uma ponta à outra. :)

    ResponderEliminar
  13. Eu fiquei por tudo isso, sem rodeios, polimentos ou vergonhas...até pelos palavrões lol mas tudo isto qb, detecto até alguma humildade e tudo com um toque de humor, bem como eu gosto. Muito parecido com a minha cara-metade, exceptuando o levantar cedo, defeito que nunca toleraria ;)

    ResponderEliminar
  14. E é um gato ainda por cima! ahahahah Parabéns por ser tão genuíno na forma de escrever e descrever! Faz bem à mente (:

    Atenciosamente, Vanda

    ResponderEliminar
  15. Cheguei pelo o último. Fiquei pelo último. Muito boa escrita. Palavras pensativas e emocionais. Ainda pus o blog na minha lista a seguir :)

    ResponderEliminar
  16. Acho que não vais perder seguidores. Aliás, sou o teu seguidor # 333, seguidor-capicua e colecionador, lol

    http://capicuasdojota.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  17. só as botas o titulo e o adesivo...diz tudo, mas que escreve bem escreve!
    muita saúde, boa disposição, paciência...e tudo o mais necessário a qq ser humano
    abraço grande!

    ResponderEliminar
  18. Sou das que aterrou aqui graças ao famoso post mas tive logo curiosidade para ler mais e em três textos estava a fazer "follow". Gostei, talvez pela simplicidade, descontração, enfim, não sei bem mas parece-me que vale a pena passar por cá e parece-me justo deixar o elogio :)

    ResponderEliminar
  19. Cheguei agora pelo tal post. Assunto triste, texto fantástico. Li na horizontal e vertical! Vou ficar porque gosto sempre de conhecer 'colegas' de psicoterapia, pessoas francas, de humor apurado e que adoram os filhos. E se vai haver coisas aqui pra contestar... ui! Maravilha. Até já. ;)

    ResponderEliminar
  20. Estive a ler o seu blog.
    Adorei.
    Como pai caloiro que sou, revi-me nalguns dos seus posts.
    Felicidades

    ResponderEliminar
  21. ahahahah matei-me a rir só com isto xD gostei bastante! :D de certeza que as qualidades superam :) segui!
    ps: não consegui comentar o "carta aberta a um dux", mas tenho a dizer: palmas para ti! devias mandar isso para a televisão ou assim, o mundo merece ler! :o

    ResponderEliminar
  22. Já sua FÃ!!! Simplesmente FABULOSO dom da escrita. Parabéns.

    ResponderEliminar
  23. Daqui fala uma psicóloga (QUE NÃO É PSICÓLOGA EM CASA, OU SEJA DEIXEM-SE DE MANIAS DE "MAS TU ÉS PSICÓLOGA, DEVIAS SABER ISSO", POIS E "TU ÉS ENGENHEIRO E A TORNEIRA DA BANHEIRA ESTÁ A PINGAR) que tem a dizer que se fez psicoterapia (coisa fantástica que toda a gente nesta sociedade devia fazer pelo menos durante um tempinho na vida) então continue até riscar o vidro do relógio ser só riscar o vidro do relógio :) :) :) Ou talvez tudo perdesse toda a graça... :) Sofia Torres Rosa

    ResponderEliminar
  24. Acho que todos temos esses dois lados. Cada qual tem os seu meteoritos.

    homem sem blogue
    homemsemblogue.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  25. Sem dúvida nenhuma, um dos melhores blogs que eu já vi! Escreve incrivelmente bem! Muitos parabéns e obrigado pelos textos

    ResponderEliminar
  26. eu já aqui deixei um comentário, mas desapareceu! tenho uma amiga que é a sua versão no feminino, a Isabel Saldanha, escreve tal e qual, o verbo dela é o "já e agora" e tem muita graça! eu tenho um Blog há 5 anos com 70 mil visitas no total... parabéns pelo público que conseguiu! continue!

    ResponderEliminar
  27. que texto adoravelmente despretensioso. Quero um amor assim!

    ResponderEliminar
  28. Gostava de saber, e fiquei curiosa, quanto à sua profissão. Pelo que li, associo.o bastante â àrea da Psicologia.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. profissão: marketing. sou licenciado em psicologia mas não sou psicólogo.

      Eliminar
  29. Gostei muito. Também eu, vi a conhecer o sei blog por acaso, mas ficarei por cá algum tempo! Gosto muito da forma como escreve :D

    ResponderEliminar
  30. Acho muito bom aquilo que falou do DUX, é um cobarde, por um filho eu mato, sorte dele, não foi o meu filho....

    ResponderEliminar