12/09/2014

O MEU 11 DE SETEMBRO: CRISE DE MEIA-IDADE


40 anos. Qua-ren-ta. Não sei. Parece que não soa bem. Mas já cá cheguei. Portanto tenho que me habituar ao som. Ontem fiz 40 anos. Cheguei oficialmente à meia-idade. Portanto, é tempo de crise. E para começar bem, ontem à noite enquanto tentava adormecer, pus-me a fazer uma retrospectiva da minha vida. Década a década. Cheguei à conclusão que isto tudo passa num instante. Mas apercebi-me também de uma coisa. Que a década que parece que durou mais foi a dos 10 aos 20 anos. E comecei a pensar porquê. Apercebi-me que foi a década que mais transformação e rebaldaria passei. Nem sei como é que estou vivo.

Dos 10 aos 20 anos acontece de tudo. Ciclo, liceu e faculdade tudo na mesma década. A brincadeira é com GI Joes, caricas e fisgas. Passa para pistolas, gameboys e revistas da Playboy e da gina. A puberdade. A descoberta da masturbação. Primeiras paixões assolapadas. Primeiros beijos. Primeiro baile de gala. Primeira medição com régua. Aperfeiçoamento da masturbação. Primeiras bebedeiras. Primeiro cigarro. Surf pela primeira vez. Festas de liceu. Primeiro trabalho de verão. Part-time's. Primeiros ordenados. Perda da virgindade. Primeiro desgosto de amor. Primeira relação séria com direito a conhecer os "sogros". Carta de condução. Primeiro carro, desculpem, chaço, que é preciso empurrar para pegar. Pago com os primeiros ordenados. Mentiras aos pais. Paixões de verão. Tardes com os amigos na praia. Noites com os amigos na rua. Saídas com os amigos à boleia. Chegadas a casa às 6 da manhã. Manhãs passadas na cama. One night stands. Festas académicas. Primeiro preservativo rompido. Primeiro susto com possível gravidez. Aperfeiçoamento das mentiras aos pais. Primeira vez a acampar. Primeiros concertos. Vida dividida entre 2 países. 4 cidades diferentes. Primeira crise existencial. Primeira afirmação pseudo-intelectual. Primeira porrada. Grandes amizades. Melhores amigos. Arqui-inimigos. Boas notas. Más notas. Ano chumbado. Sova levada. Primeiros livros. Primeira vez no cinema sozinho com uma miúda. Sexo no carro. Mais festas. Primeira vez a viver sozinho. Porra. É uma década que dura e dura e dura.

Dos 10 aos 20 anos é "primeiras vezes" que nunca mais acabam. As mudanças que uma pessoa passa nesses 10 anos são tão intensas e variadas que esses 10 anos mais parecem uma vida inteira. Muita asneira e muita coisa boa. Olhando bem para trás, fico impressionado como o ser humano consegue sobreviver a esses 10 anos. Somos de facto seres muito resilientes.

Agora com 40 olho para trás com o sentimento de um herói de guerra. Medalha de honra ao peito, histórias de guerra para contar, de whiskey na mão a olhar o horizonte. Fiz o que tinha que fazer. Bem ou mal, foi feito. Teria feito algumas coisas diferentes, outras faria tal qual as fiz. Houve alguns arrependimentos mas é a vida. Mas foram uns 10 anos do caraças. Acho que foram 10 bons anos mas tiveram o seu tempo e já lá vão. Assim como a juventude. Também já lá vai. O tempo agora é outro. É tempo de 40 anos. A minha mulher gosta. Diz que é sexy andar com um quarentão. Sendo assim, deixa cá ver: qua-ren-ta. Afinal soa bem.

22 comentários:

  1. Brutalissímo jogo de palavras (como sempre) ;)
    Vamos lá ver se vamos ter tanto espirito resiliente quando eles nos chegarem as 6h da manha a casa ;)

    Eu sinto-me muito mais "careta" do que os meus pais foram para mim, na minha adolescencia.

    Parabens!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. não vai ser fácil. não vai ser nada fácil. aconteça o que acontecer, que ele tenha a mesma crise de meia idade do que eu.

      Obrigado! :)

      Eliminar
  2. Bem-vindo aos 40! Já cá ando há oito meses e, até ver, ainda não fez estragos. :-)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. obrigado Miss Caco. cheguei agorinha mesmo e não me parece mal. daqui a 10 anos digo como foi. :)

      Eliminar
    2. Na dúvida, não vá a memória tramar-me, vou fazer já um lembrete.... ora bem... "11 de setembro de 2024, 11h30 - dar os parabéns ao Pés no Sofá (aquele quarentão com um puto giro) e perguntar-lhe que tal vai a vida".
      Já está!

      Eliminar
  3. ahahah.... muito bom!!!!! Adorei a descrição das aventuras entre os 10 e os 20.... fez-me viajar no passdo... :)
    Também sou casada com um quarentão e também acho muito sexy!!

    ResponderEliminar
  4. Qual crise qual quê!? Tenho ouvido cada vez mais que os 40 são os novos 30! Ainda vou esperar 4 anos e 2 meses pará-la chegar, mas quando chegar tenciono confirmar a teoria! ;) e parabéns! Atrasados, mas parabéns na mesma! Beijinho

    ResponderEliminar
  5. Soa lindamente. :) O meu maridão é quarentão há 2 anos e eu não quero outra coisa. Quanto a ti e para te tranquilizar, lembra-te que os homens são como o vinho do Porto, cada vez ficam melhores :) Parabéns!*

    ResponderEliminar
  6. Convertendo a primeira medição com régua, para o tamanho do soutien, está lá tudo igualzinho :) gravado e guardado na gaveta dessa década!! Muito bom, parabéns!!

    ResponderEliminar
  7. É pá, faço 40 em Junho e ando aqui a magicar o que fazer para marcar a data.
    Quanto ao resumos em décadas, estou de acordo contigo.
    Passámos quase todos pelas mesmas etapas. Uns mais que outros, claro!
    A ternura dos 40!

    ResponderEliminar
  8. Parabéns atrasados... E bem vindo ao clube. Dos 10 aos vinte ... Também eu tenho um filho de 4 anos... e depois disto... bem, fiquei um bocadinho preocupada. Lembrei-me dos meus três irmãos mais novos, era mesmo assim: "mentir aos pais!"

    ResponderEliminar
  9. Tenho 38, mas conheço a sensação. Desde os 35 que os anos não me soam bem....mas que fazer? Aceitar.

    ResponderEliminar
  10. Ahaha...parabéns Pés no Sofá...que os próximos 40 sejam igualmente fantásticos...

    ResponderEliminar