14/01/2013

LIÇÃO EM COMO DORMIR


Das duas uma. Ou o meu filho tem uma sorte do caraças. Ou "alguém" está constantemente a olhar por ele. Ou então as duas coisas. O meu filho tem 2 anos e já passou por umas quantas tangentes. Aquilo a que em inglês se chamam "close calls". Hoje vou falar dos maiores cagaços que já apanhei com o meu filho e que são o meu kryptonite. A minha maior fobia como pai. Os engasganços. Já foram vários. Mas este foi o primeiro.

en.gas.gan.ço
1. provocar engasgo, sufocar
2. provocar cagaço monumental em pai, de modo a que o pai passados anos ainda mastiga a comida para o filho

Estava ele em casa haviam 2 dias quando eu decidi que ele já tinha idade para dormir de barriga para cima. Especialista que sou em todos os assuntos médicos e pediátricos, cortesia da internet (obrigado mayoclinic e webmd), tenho este hábito de me pronunciar clinicamente sobre estas coisas com uma assertividade capaz de ganhar um nobel da medicina. Claro está que o míúdo, acabadinho de beber o leite e de papo para o ar como eu sugeri, bolsou a dormir e engasgou-se com o leite. Não consegue respirar durante uns segundos (que clichés à parte, mais parecem horas) e começa a ficar azul. Começamos rapidamente a bater nas costas para o ajudar, enquanto ligamos ao mesmo tempo para o INEM. Devo dizer que o INEM foi incrivelmente eficaz a dar instruções pelo telefone sobre o procedimento a ter e nunca desligaram a chamada até chegar a ambulância. E ainda bem. Porque dar palmadas nas costas de um recém nascido prematuro que pesava cerca de 2 kg também não é fácil. Como é que um gajo mede a força que deve bater? E bate onde e como, quando a minha mão ocupava toda a área da cabeça à cintura? Bato com as pontas dos dedos? Não é fácil. Os sites de mamãs e papás e titis e tatás não falam disto. Nem a webmd. Mas pronto, correu tudo bem. Desengasgou cerca de 1 minuto depois, foi levado para o Hospital (Estefânia) onde foi visto por precaução, voltámos para casa e tudo acabou bem. Ou seja, ele a ressonar serenamente toda a noite e eu a culpar-me por ser tão entendido em medicina via internet enquanto confirmava 20 em 20 segundos se ele estava a respirar. E aprendi a minha lição. Nunca deixar um bebé dormir deitado. As zebras dormem em pé e nunca vi uma zebra a engasgar-se. Mas como os bebés ainda não se conseguem pôr em pé, o ideal é colá-los à parede até ter a certeza que a papinha foi toda para baixo.

Nota. Os estudos e guidelines mais recentes dizem que os recém-nascidos devem dormir de barriga para cima, e que esta posição reduz significativamente a probabilidade de síndrome de morte súbita infantil. Dizem ainda que dormir de lado não é tão perigoso como dormir de barriga para baixo mas que ainda assim, a forma de dormir mais segura é de barriga para cima. Eu, depois desta experiência, sinceramente acho que dormir em pé seria o ideal.


1 comentário:

  1. Bestial!!!!! Não conseguia parar de rir!!!!!


    Ely

    ResponderEliminar